Avulso: Vigília

Nossa casa ficava em cima de um dos morros que saiam alinhados da terra, imponentes como fossem a espinha dorsal do mundo. Desde cedo aprendi que não era a toa vivermos tão no alto, tocando as nuvens. A importância de nossas vidas era estar atento, em guarda de algo que eu ainda não descobrira. Protegidos... Continuar Lendo →

Avulso: O Biomecânico

O Porto de Tritão, daqueles tempos de um entreposto comercial e parada final para os navios solares, só manteve o nome e o certo ar citadino decadente que qualquer cidade portuária na história mantinha. Apesar das décadas vivendo aqui, nunca me senti confortável. Nem mesmo no auge da exploração dos planetas anões, quando os navios... Continuar Lendo →

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑